expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

EU…!
Eu, num mundo sozinho,
Sem saber o que fazer,
Lastimando a minha tristeza e angústia,
Pensando que nasci num continente singelo.
Mas, enfim, descobri que nasci num mundo de cerração,
Num mundo de intolerância, desonestidade e desonra.

Oh mãe África
Choro tanto sofrimento dos teus filhos na diáspora,
Que cada dia estão empenhados no trabalho e nos estudos.
Só para te fazer feliz como as tuas amigas,
Choro a infelicidade dos outros que vivem em ti felizes,
Alegres, com suor dos outros,
Enquanto os outros lagrimavam.



Mãe África!
Tenho fé de que um dia, com esforço dos teus filhos,
Tudo vai mudar.
EU TENHO UM SONHO…
Poema, feito por: Celestino Elton Infanda. 25-05-2006

3 comentários:

Pena disse...

Oh, Sensível e Admirável Amigo:
"...Oh mãe África
Choro tanto sofrimento dos teus filhos na diáspora,
Que cada dia estão empenhados no trabalho e nos estudos.
Só para te fazer feliz como as tuas amigas,
Choro a infelicidade dos outros que vivem em ti felizes,
Alegres, com suor dos outros,
Enquanto os outros lagrimavam.
Mãe África!
Tenho fé de que um dia, com esforço dos teus filhos,
Tudo vai mudar..."

Recordações puras e belas de outrora.
Um poema fabuloso. Extraordinário.
Tem talento como concebe a sua poesia perfeita.
Parabéns sinceros. Extraordinário.
Sensível. Envolvente. Perfeito.

Que concretize o seu sonho.
Com respeito e estima.
Abraço amigo.
Sempre a admirá-lo

pena

OBRIGADO pela amabilidade deixada no meu blogue.
Bem-Haja, excelente poeta.

eu tenho um sonho "Alatem" disse...

Pois, o nosso continente tem tudo que a humanidade precisa, infelizmente os nossos governantes não souberam aproveitar a riqueza do meu lindo continente. Mãe África eu te amo do fundo do meu coração. Um beijo p´ra os seus filhos que em te sofrem da má governação, mas tenho fé…

Anónimo disse...

Com raça e alma; pleno de pujança.
sem dedicatória, com dedicação,
um abraço
ao meu novo e ilustre AMIGO

José Simões
o "10277"